Teste Teste Teste

Matias Damásio diz que houve violação dos direitos humanos no bairro da Jamaica

Matias Damásio diz que houve violação dos direitos humanos no bairro da Jamaica

Matias Damásio diz que houve violação dos direitos humanos no bairro da Jamaica

O cantor Matias Damásio falou sobre alguns temas sociais, com destaque para os conflitos acontecidos no bairro da Jamaica, no Seixal, em Portugal, numa entrevista cedida ao canal português Sic Notícias.
O angolano disse que, no momento em que ocorreu o incidente, não se encontrava nas terras lusas, mas, pelo que constatou através das redes sociais, não chamaria o acto de racismo, mas sim de violação dos direitos humanos. “Houve uma força excessiva. Não sabemos quais foram os motivos, porque isso é uma coisa que não nos passaram. Prefiro não falar sobre racismo, mas de violação dos direitos humanos, facto contra o qual temos de lutar todos os dias”, disse MD.
O músico destacou ainda que acompanhou a situação, mas depois não obteve mais notícias sobre o assunto e, pelo que constatou nos vídeos, houve, sim, violação dos direitos humanos, avançando ainda que nunca foi alvo de racismo, porém tem noção de que o racismo existe em algumas partes e, para os artistas, a linguagem musical é universal, não tem raça, cor ou país.
“Hoje, estou em Portugal, amanhã posso estar em Angola ou Moçambique. Portanto, não existe exactamente esta parte da música, esta questão. Acho até que a arte, o desporto e outras ʽmodalidadesʼ têm, pelo contrário, esse objectivo de tirar esse estigma. Tem estado a surgir uma confusão entre discriminação social e discriminação racial. Discriminação social é para aquelas pessoas com menos posse, pobres, sem meios para se poderem proteger, que não têm advogado, é pior do que a racial, ou seja, as pessoas com menos dificuldades provavelmente sofram mais porque são menos protegidas”, concluiu o grande cantor.

Matias Damásio diz que houve violação dos direitos humanos no bairro da Jamaica

Enviar um comentário

0 Comentários